domingo, 5 de dezembro de 2010

Devaneio

Olá meus leitores queridos, hoje eu gostaria de escrever algo lindo, profundo que tocassem o íntimo de suas almas, que fizessem transbordar seus corações de alegria, entretanto não poderei realizar tal proeza.
            Falar sobre alegria, amor e demais sentimentos afáveis, não combinariam com meu estado de ânimo no presente momento. Mas o que eu sinto? Sobre o que falar então? Respostas desconhecida pela pessoa que vos escreve...
            Eu também não queria falar de dor, de horror, de temor, afinal isso não me deixaria melhor, muito pelo contrário, me sentiria ainda mais triste, portanto não seria justo para comigo nem para contigo...
            Eu já pensei muito durante essa noite, mas quanto mais eu penso menos sei em que pensar e em que lugar chegar... Seria melhor então parar? Ou quem sabe não pensar... Quanto mais eu penso menos tudo faz sentido... Que vida mais estranha... Ou será que a estranha sou eu? Que coisa mais complicada viu!
            Quer saber, eu não vou mais escrever! É não vou, não por hoje! Amanhã talvez, quem sabe, porém hoje não! Basta!  Pronto, acredito que é isso que falta, um BASTA em tudo!

Abraço
Nayran Mendes.

2 comentários:

Anônimo disse...

Dê um tempo para as coisas, não um Basta sacou?
bjus
seu amigo André

Nayran disse...

valeu amigo, vou pensar aki :)