sábado, 26 de fevereiro de 2011

As vezes



Às vezes me acho tão infantil...
Às vezes me sinto madura...
Às vezes me acho à pessoa mais feliz do mundo...
Às vezes sinto que te amo...
Às vezes penso que te odeio, e que nem sei a dimensão da palavra amor...
Às vezes me imagino ao seu lado...
Às vezes não me imagino...
Às vezes queria simplesmente não pensar, não sentir, não imaginar...
Será que é querer demais?

Bjos,

Nayran Mendes...

Um comentário:

Josimar Melo disse...

as dúvidas sempre vão reger nossas vidas, não ter dúvidas é como não sonhar, não pensar e não agir, podemos pensar mas os os grandes sonhos se realizam a partir dos questionamentos que fazemos a nós mesmos