segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Vida de passarinho



Ela em sua cama deitada ao observar o quintal através do vidro da janela semi-aberta, um sorriso meio riso sai de seus lábios outrora triste, ao contemplar o canto dos pássaros que saltavam de galho em galho, e de flor em flor, cada um mais alegre e cantante que o outro, ao brincar de pega entre as folhagens vibrantes...
Então pensa por um instante: - Ser um pássaro seria interessante? - Claro! Conclui em seguida. Olha só que maravilha passar o dia a brincar nos jardins e quintais... Passear por diversos locais, ser leve, livre pra voar e não ter que se preocupar em amar... Espera aí, mas será? Passarinho tem família (HEHE) então ele deve sim amar!
Mas sabe qual a melhor parte de um passarinho se tornar? Poder voar a qualquer hora e a qualquer lugar só pra poder te encontrar, e juntinho de ti ficar.


bjs
Nayran Mendes...

(texto feito na hora da febre alta HAHAHAH, ontem  a tarde as 15hs, espero que gostem.)

Nenhum comentário: