segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

The End


Eu não te perdi, mas você sim
Você nunca foi meu
Apesar d’eu ter sido sempre e inteiramente sua
Porém, agora não mais, sendo assim volto a afirmar
Você me perdeu!
É eu sei que nunca tive você,
Você nunca me pertenceu
E eu não o perdi afinal, não se perde o que nunca teve.
Agora sou um vento só
Que sopra em outra direção contrária a sua,
Que passa em qualquer lado que não seja ao seu
Um sol que desperta a cada manhã e ilumina um coração que não mais será o seu
Que transmite alegria que invade a vida, mas que não é a sua...
Não é!
Foi, e agora não é!
Você já não é...
Ou melhor, você nada é!

Nayran Mendes.
(Texto Registrado. Mencione minha autoria)

Nenhum comentário: