quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Que triste

         Às vezes eu só queria tentar entender a mim mesma. Será tão difícil assim?
        Por que será que eu consigo entender tão bem as pessoas, mas quando se trata da minha própria pessoa eu não consigo entender?
         Existe uma técnica para tal? Se existe eu preciso urgente descobrir, porque a cada dia que tento mais eu entendo que eu não sei entender...
          Triste, me sinto assim agora. Mas quem disse que eu estava triste? E quem disse que daqui a meia hora eu continuarei assim? Eu sei que não estava triste, e sei que em poucas horas estarei sorrindo... Agora me diz, me explica como pode ser isso? Como eu em minha finita mente posso compreender isto? Simplesmente não posso! Ou melhor, não consigo.
         Gostaria eu de conseguir!
       Ah, pra você que consegue se compreender e por ventura me compreender também, parabéns! Raro ser! Ensina-me a ser tal qual você?

Bjos confusos,
Nayran Mendes.
(Texto Registrado. Mencione minha autoria)

2 comentários:

Edson Gonçalves disse...

Quando você entende o outro é porque, na verdade, você se ama e se respeita e é um ser humano maravilhoso. Adorei sua escrita. Parabéns, convido você para ler o poema Príncipe, deixando seu comentário, abraço.

Artista da Rima disse...

É uma coisa difícil entender a gente mesmo, mas devemos fazer isto urgente e criar uma identidade, porque senão acabamos sendo infelizes, faça uma reflexão... Quem sou? Qual a minha função neste mundo? Quais meus medos? Minhas alegrias? Vai criando um perfil próprio, eu também era assim, agora sou decidido, sem quem sou e o que quero para mim. Abraços.