segunda-feira, 12 de março de 2012

Pensamento soturno


Que m***! Que vontade de chorar! A culpa é desse tempo chuvoso que não quer passar, e me faz pensar e pensar, lembrar e lembrar...
Eu não quero chorar, faz tempo que eu não faço isso, mas a danada da chuva insiste em cair, insiste em me fazer lembrar o que não quero.
Eu adoro a chuva e o clima que ela proporciona, mas tem vezes que decepciona.
Eu queria mesmo era sumir, fugir daqui pra o mais longe que eu possa ir, onde ninguém pudesse me encontrar, onde eu pudesse lá ficar...
Um lugar pacato, meio escurecido, gelado...
Um lugar no meio do nada, no meio do mato, no qual eu pudesse andar e me perder...
Onde quem sabe eu encontrasse umas montanhas altas, cachoeiras, penhascos ou ladeiras, pra subir, correr, chegar ao topo, me jogar, e finalmente morrer!

Nayran Mendes.
(Texto Registrado. Mencione minha autoria)

Nenhum comentário: